03/10/2008

" O AMOR E A PAIXÃO "



DISCUSSÕES ENTRE O AMOR E A PAIXÃO

Estavam os dois conversando calorosamente a respeito da união das pessoas. Sobre as paixões da vida!O Amor, calmo e brando como só ele o é, ouvia atentamente o que a Paixão dizia:
- Me entrego de maneira plena, faço de tudo pelo outro, esqueço de mim mesma para fazer o outro feliz, e no entanto, geralmente sou deixada de lado bem cedo. O que será que acontece Amor? Você pode me explicar?Por mais que eu me esforce eu não consigo entender por que as pessoas logo deixam de mim! Eu sei que marco de alguma forma na vida dessas pessoas, mas ao mesmo tempo, me sinto tão só! Uns dizem que sou ardente, outros dizem que sou pecaminosa. Afinal, qual a diferença entre nós dois?
O Amor, com sua sabedoria e paciência apenas ouvia sem fazer uma única interrupção, até o momento em que a Paixão pediu a sua opinião.
- Bem, dizia o Amor- Em primeiro lugar, o seu erro é justamente esquecer de si mesma e se entregar de corpo e Alma. Isso machuca, cega e se tem uma visão errônea do outro.
Você faz com que o outro veja apenas a aparência momentânea, e esquece que por trás dessa pessoa, existe alguém que sente, chora e sorri também. Não percebendo o real valor da pessoa, não percebendo nada além da carne. E isso entristece as pessoas.
Pois em determinado momento descobrem que o que sentiam era uma enorme carência de si mesmas. Projetando a carência no outro, através de você Paixão. Confundindo a mente das pessoas, fazendo com que elas sofram.
- Mas não dizem que devemos ser ‘intensos’? Então, sendo Paixão como sou, obviamente sou intensa...
- Sim, mas uma intensidade que machuca não é a verdadeira intensidade. Ela deve ser intensa sempre. E não somente por um breve período.
A Paixão já um tanto desconfortável com as explicações do Amor disse:
- Então me diga: a pessoa deve amar ou se apaixonar?
- Todos devem ter uma Paixão na vida. E fazer tudo com Paixão também. Pois você Paixão, induz as pessoas a querer sempre mais e isso é bom. Aliada a mim, você consegue tocar nas pessoas facilmente. E outras vezes você abre o caminho para a minha chegada.
A pessoa deve Amar Apaixonadamente. Ou seja: Eu, o Amor – sou calmo, brando, sou ‘asas e raízes’, sou presença ou ausência – estou presente mesmo na distância ou na ausência da pessoa amada, vejo além das aparências, vejo além da carne, vejo a Alma, o verdadeiro sentir.... Enquanto você, ‘esquenta’ o coração das pessoas e por vezes consome com sua insegurança.
Então veja bem: se alguém tem um Amor Apaixonado, este é inteiro (seja por uma pessoa ou um projeto) e tudo que faz acontecer é de real valor. E quem me conhece, sabe muito bem, que antes de Amar outra pessoa, deve Amar a si mesmo primeiro. Reconhecendo-me nele mesmo. Enquanto você faz com que só veja o outro, e não a si mesmo.
Sugiro que você fique ao meu lado para que possamos juntos, encantar muitos corações.
Aceita? Disse o Amor para a Paixão.
- Bem, posso tentar. Pois percebi que você tem razão. Nas pessoas que fazem tudo com Amor e Paixão, realmente tudo flui, inclusive quando encontram a pessoa certa. Sim, continuemos então a encantar o coração das pessoas. Espero que muitos percebam isso, pois é triste a projeção no outro, e depois dizer:
- O que eu vi naquilo? É o que eu sempre ouço, depois que cessa o calor da Paixão...Dizia ela tristemente..
Algumas pessoas sofrem muito com ‘paixões’, mas com o tempo descobrem que tudo não passou de uma grande ilusão. Por vezes até uma certa ‘teimosia’ em alguém querer.Amar o outro apaixonadamente unido à razão, faz sim valer a pena. E este Amor, torna-se inesquecível e eterno!
Qual o seu jeito de Amar?
Autoria
Gênice Suavi




Este é um vídeo do filme Kama Sutra: A Tale of Love . Quem não assistiu pode achar que se trata de um filme pornô, mas não é...É uma linda estória de amor, que se passa na India. O fime é muito lindo e interessante, pois além de falar de amor e paixão, de amizade e ódio, fala dos costumes do povo indiano...Cenas lindas, paisagens maravilhosas, músicas, danças...Vale a pena.

A primeira vez que vi o filme, há muuuitos anos atrás, me apaixonei. Até perdi a conta de quantas vezes já o assisti.

Neste link: http://www.youtube.com/watch?v=gfY9Y-QLptk tem um trailer muito lindo sobre o filme, mas não deu pra postar aqui porque a incorporação foi desativada.

Quem se interessar e alugar o filme pra ver, pode ter certeza que não vai se arrepender...

.

Beijos a todos.

.

16 comentários:

Viviana disse...

Olá Lia, linda,

Achei o seu post muito interessante.

Gostei muito.

Um abraço

Viviana

Anita disse...

Que Deus esteja na tua frente, para te mostrar o caminho certo. Esteja ao teu lado, para te abraçar e protejer. Esteja atrás de ti, para te salvar de pessoas falsas. Esteja debaixo de ti para te amparar quando caires e para te tirar das armadilhas. Esteja dentro de ti, para te consolar quando estiveres triste. Esteja ao teu redor para te defender quando os outros te atacarem. Esteja sobre ti para te abençoar sempre!

Um lindo fim de semana amiga querida.
Muitos beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

bete pereira da silva disse...

Lia, gostei muito, muito mesmo, tanto que vou reler com calma. O vídeo nao tive tempo de ver, mas prometo que arrumarei tempo (pagamentosssssss)

Renato Oliveira disse...

Olá Lia,

Engraçada a forma de discussão entre o amor e a paixão! Haverá sempre este tipo de disputas.

No que concerne ao video, é o tradicional filme indiano que muita gente gosta, porque tem como base o amor.

Beijinho,

Renato

E o pensamento voa... disse...

Oi, Lialinda!
Cada vez um texto mais envolvente, amiga!
Linda a imagem!
Brigada pelas visitinhas, amiga! Vocês me fazem bem!
beijoca carinhosa,

janelasdavida disse...

Boa noite, amiguinha! Obrigado pelo teu carinho! Pra mim, o amor é a comida, mas a paixão é o tempero... ambos, para uma relação saudável e prazerosa se complementam... Belo texto! bjs

carmen disse...

A paixão é avassaladora e fugaz...
O amor é generoso e paciente, aumenta com o tempo...
É mais ou menos por ai...
Bjs

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Alô,Lia,belo texto!Eu fico com o Amor que é eterno e independe de qualquer fator material.ele é,e fim,um abraço carinhoso,Sonia Regina.

GUILHERME PIÃO disse...

Amor sem paixão não dá, um complementa o outro, mas a explicação é ótima.
Abraços

Eu, sem clone disse...

O Amor é lindo quando correspondido, se não, é só sofrimento. Tem que ser bilateral.
A paixão, essa é fogo de palha momentâneo.
bjs e ótimo domingo

* O Cantinho da Lia * disse...

Pessoal:
Obrigada pelos comentários...
Concordo com vocês...
O amor é muito mais importante, claro. Mas deve ser temperado com pitadas de paixão,pra ser completo.
E quanto ao filme...Quem ainda não assistiu ( e olha que o filme é antiiiiiiiiiigo)tente assistir...
É lindíssimo...

Bjs à todos vocês...

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia amiga!

Tem selinho lá no outro blog meu pra vc,eu já tinha postado e como te linkei ápos,seu link não saiu na lista,se eu fosse consertar perdia o comentário de uma amiga minha que já estava lá.
Mas espero que vc aceite é de coração,tb vou te linkar nesse blog aqui tb,as vezes me perco nos dois blogs meu.
Obrigada pela visita.
Já tem post novo lá.
Um gde abraço.

beijooo.

* O Cantinho da Lia * disse...

Oh Ana...obrigada de coração...vou lá ver.

Beijo

Viviana disse...

Olá Lia linda,

Venho deixar o meu abraço e desejar que o bom Pai derrame as suas bençãos sobre si e sobre a sua família.

viviana

Márcia(clarinha) disse...

A paixão ferve e depois quando a fogueira apaga o que fica é a sensação de aconchego do amor.

lindo dia flor,
beijos

* O Cantinho da Lia * disse...

Viviana, doce Viviana,
Abraço-te com carinho, e digo Amém.
Que Deus derrame sobre ti tbém a benção de seu amor.
Bjs

Márcia (clarinha):
Obrigada por suas sábias palavras...realmente, qdo o amor é verdadeiro,resiste ao tempo.
E qdo há amor, carinho, e principalmente, o respeito de ambas as partes.
Grande beijo, flor.