08/10/2008

"Elias, prazer em conhecê-lo".

Um pouco mais de Elias
.
Houve um tempo na "Terra Santa" (Israel) em que o pecado reinou. Muitos foram os reis corruptos, pecadores e idólatras. Muitos deles cometeram os piores pecados. Mas teve um que foi o pior de todos...

Conta a história que reinou Acabe em Israel, Samaria, vinte e dois anos.Israel era terra Santa, seu povo adorava a Deus. Mas Acabe fez muitas coisas erradas perante os olhos de Deus. Acabe foi à terras proibidas para o povo de Deus praticar pecados. E como se não bastasse, desposou Jezabel, filha de Etbaal, rei dos sidônios. Um povo que cultuava um outro deus. Jezabel fez com que Acabe também cultuasse outro Deus, e fizesse para ele altar e templo.
Muito tempo depois Deus ordenou que o profeta Elias fosse a Israel levar-lhes a palavra. A idolatria, especialmente a adoração de Baal, já fazia parte do costume de parte do povo de Israel. O rei e a rainha desta nação, eram totalmente corruptos. Então Deus enviou Elias, o profeta, à Israel.
Neste ambiente espiritual desanimador, a voz solitária de Elias soava em oposição. Ele lançou um desafio aos falsos profetas. Uma disputa para ver quem era o Deus verdadeiro.
A competição seria simples: seriam preparados sacrifícios no altar e o deus que respondesse com fogo do céu para queimar o animal seria o vencedor. Os resultados foram inconfundíveis. Os idólatras clamaram a Baal desde a manhã até o meio da tarde, mas não houve resposta. Em contraste, Elias cavou uma valeta em volta do seu sacrifício, molhou o animal com doze baldes de água até o ponto em que a valeta ficou cheia, e então, calmamente, pediu ao Senhor que o consumisse. O fogo de Deus não somente queimou o boi, mas também as pedras do altar, a água da valeta e até a terra em volta dele. Esta demonstração dramática convenceu o povo, e os falsos profetas foram executados.
Elias disse que haveria longa seca e que os ímpios seriam, então, castigados.
Mas quando a perversa rainha Jezabel recebeu as notícias, quando ouviu que Elias havia matado todos os seus falsos profetas, ela ameaçou lhe matar. "Temendo, pois, Elias, levantou-se, e, para salvar sua vida, se foi"
Elias fugiu para o deserto e se escondeu em uma caverna. Ele se sentia triste, desanimado e derrotado por não ter absolutamente ninguém ao seu lado. "E lhe veio a palavra do Senhor dizendo: _Que fazes aqui Elias?"
E Então ordenou para Elias que fosse se esconder a beira do riacho de Querite, pra lá do Jordão. E disse-lhe também que não se preocupasse, que mesmo com a seca, não morreria de fome.
Então assim se fez, e Elias bebia das águas de Querite, e os corvos traziam-lhe todos os dias pão e carne.
Mas, devido à seca o rio secou e Elias foi ter com Deus...E Deus disse-lhe que fosse à cidade de Sarepta, que uma viúva daria-lhe de comer e de beber. Sarepta era uma pequena cidade, inexpressiva, situada numa região idólatra.
Lá Elias avistou a viúva às portas da cidade catando lenha. E, então, pediu-lhe um pouco de água. E a viúva prontamente foi e deu-lhe de beber.
E então Elias pediu-lhe um pedaço de pão. Porém, ela respondeu:
"_Tão certo como vive o Senhor, teu Deus, nada tenho cozido; há somente um punhado de farinha numa panela e um pouco de azeite numa botija; e, vês aqui, apanhei dois cavacos e vou preparar esse resto de comida para mim e para meu filho; comê-lo-emos e morreremos.”
Elias então disse-lhe para que troxesse a farinha e o azeite e preparasse um pão para que ele comesse antes de preparar o almoço para si e para seu filho, e disse-lhe:
_ “Nem a farinha acabará na panela, nem o azeite na botija faltará, até o dia que o Senhor faça chover novamente sobre a terra.”
A viúva fez o que Elias tinha dito e, milagrosamente, a farinha e o azeite multiplicaram-se. Elias então abrigou-se em sua casa. Por muitos dias, os três tiveram o que comer.
Tempos mais tarde, o filho da viúva adoeceu e morreu. A viúva ficou deveras entristecida. Então Elias levou o menino para o quarto e deitou-se sobre ele por três vezes, e na terceira o menino abriu o olhos e voltou a respirar.
A viúva então teve certeza de que Elias era um enviado de Deus.

Post dedicado à amiga Bete.

Na imagem, Elias fala sobre a grande seca à rainha Jezabel.

P.S.:Depois de meses ouvindo isto e aquilo sobre Elias-o profeta, eu ainda não sabia muita coisa. Apenas que era muito, muito fiel a Deus, e que o "Senhor" "usava" dele constantemente em suas obras. Sabia também que tinha passado uma temporada na casa de uma certa viúva, e que quando alí estivera, farinha e azeite não deixara faltar.
Fiz algumas (poucas) pesquisas e, juntando um pouco aqui e ali, consegui resumir uma pequena parte de sua jornada, que é esta que acabaste de ler.

.

Sites de pesquisa:

http://www.4tons.com/7472.doc
http://www.estudosdabiblia.net/d56.htm
http://imagensbiblicas.wordpress.com/category/elias/
http://www.jornalexpress.com.br/noticias/detalhes.php?id_jornal=8084&id_noticia=321
http://www.sermao.com.br/sermao.asp?id=406
http://ensinodominical.com.br/2007/07/19/elias-um-profeta-humilde-e-determinado-3/
http://www.circoarmado.com.br/jesusmechicoteia/elias-a-seca-e-a-viva/

11 comentários:

bete pereira da silva disse...

Oi Lia, vim aqui ver o "meu patrono", minina, que capricho de pesquisa. Agora você viu não viu, não é a toa que ele é meu profeta favorito. Elias é fogo puro. Um detalhe: não sei se ainda é praticado, mas entre os judeus,
na cerimônia de circuncisão do bebê, uma cadeira era posta em homenagem a Elias.

Segundo o próprio Cristo, Elias voltou na pessoa de João Batista. Há controvérsias, porém eu acredito.

A bíblia conta que ele foi levado aos céus num carro de fogo, imagem linda essa não?

Obrigada por ter dedicado a mim este post!

* O Cantinho da Lia * disse...

Tinha que ser dedicado o avocê Bete, que falou dele pela primeira vez...
Então...nas pesquisa descobri que Elias já veio sim, duas vezes. A segunda veio como João Batista sim, anunciando a vinda de Jesus.
E dizem que virá mais uma...anunciando a nova vinda de Jesus à Terra.

Bjsss

Zé Carlos disse...

Lia querida, vc tudo que faz o faz lindamente, com o cuidado de uma mestra.
Deus, Lia está sempre no topo das verdades e o que Ele deseja, acontece e com qualidade também.
Bjs do teu amigo, ZC

Gerly disse...

Ótimo post, Lia! Gostei muito! Quem dera fôssemos 1% do que Elias era na Mão de Deus.
Beijoka!

carmen disse...

Que post lindo; que linda homenagem à nossa amiga Betuxa! Parabéns!!!
Bjs

Pelos caminhos da vida. disse...

Belissímo post.

beijooo.

Gerly disse...

"Amo-te" sem ser poeta soa-me como fuga ou falta de naturalidade. Prefiro o bom e velho TE AMO.
Beijoka, Lia!

Renato Oliveira disse...

Oi, Lia,

Post muito lindo da forma que você gosta e dedicado a uma sua amiga! Só lhe fica muito bem. Continue nesta senda de fazer as coisas a seu gosto e lindamente.

Beijinho,

Renato

E o pensamento voa... disse...

Lia querida,

Que bela pesquisa, minha amiga!
Muito caprichada, mesmo!

Fiquei feliz de saber que "êle" passou por aí e que você fez o tal bolo de cenoura. Bela recepção!

Quando eu for a Avaré também vou querer experimentar teu bolo, linda!
beijo carinhoso, e fica co Deus, linda!

* O Cantinho da Lia * disse...

Nelinda...
Sabes que é muito bem-vinda...
Quem sabe não poder´´iamos ir visitar uma certa chácara que vc já conhece tão bem, não é mesmo???

beijo no coração

* O Cantinho da Lia * disse...

Zé,
obrigada meu anjo...pela visita, pelo carinho e pelos conselhos...
Ah, e pelos lindos e-mails.
Um beijo com muito carinho.


Gerly...
É verdade...mas perante Deus, todos nós temos nosso valor...
Só que na maioria das vezes não correspondemos à altura, né..
Beijos

Carmem
Obrigada pela visita,
bjs

Aninha
Obrigada pela visita e pelo carinho
Bjs

Gerly
Concordo com vc, foi como eu disse lá no teu blog...
AMO-TE, é lindo poeticamente...
Mas é mesmo mais natural dizer te amo.

Renatinho, meu anjinho...
Você é meu mais fiel leitor...
Como me aguentas???
Beijo especial, com muito carinho.
Te adoro.